Preços do petróleo recuam pelo 5º dia com avanço da Covid e preocupações sobre mais oferta

Os preços do petróleo recuaram pelo quinto dia nesta quarta-feira, com investidores permanecendo preocupados sobre o cenário de demanda de combustível, à medida que os casos de Covid-19 aumentam no mundo, assim como mais oferta de grandes produtores chega ao mercado.

As marcas de referência do petróleo ficaram sob pressão nas últimas semanas, devido ao aumento de infecções causadas pela variante do coronavírus Delta em todo o mundo. Diversos países reiniciaram restrições de viagens e o tráfego aéreo diminuiu nas últimas semanas.

A ata da reunião de política monetária do Federal Reserve dos EUA de 27 e 28 de julho mostrou que as autoridades observaram que a disseminação da variante Delta poderia atrasar temporariamente a reabertura total da economia e restringir o mercado de trabalho.

O petróleo Brent fechou em queda de 0,80 dólar, ou 1,2%, a 68,23 dólares o barril. A marca de referência mundial recuou 11% nos últimos 13 dias de negociações. Os futuros do petróleo dos EUA fecharam em queda de 1,13 dólar, ou 1,7%, para 65,46 dólares o barril.

Os estoques de petróleo dos EUA recuaram 3,2 milhões de barris na semana passada, para 435,5 milhões de barris, a mínima desde janeiro de 2020, de acordo com os números do Departamento de Energia dos EUA. [EIA/S]

(Reportagem de David Gaffen em Nova York; Reportagem Adicional de Laura Sanicola em Nova York, Aaron Sheldrick em Tóqui e Dmitry Zhdannikov em Londres)

Petróleo fecha em alta com foco em restrição de oferta, apesar de dólar forte

O petróleo fechou em alta nesta terça-feira, 26, com o foco dos investidores voltado para a crise energética que tem elevado o preço do barril recentemente. A demanda pela commodity aumentou com a reabertura econômica e também devido à escassez de gás natural no mercado. No entanto, a oferta não tem sido capaz de compensar a maior procura.

Caminhoneiros protestam em rodovia no Pará contra reajustes do diesel

Caminhoneiros bloquearam parcialmente a rodovia BR-316, na região metropolitana de Belém, na manhã desta terça-feira (26). Dentre as reivindicações dos manifestantes, está a política de preços do óleo diesel no país.

Gestores de dinheiro estão jogando seu peso por trás da alta do preço do petróleo

A perspectiva de o petróleo Brent chegar a US $ 90 por barril está se tornando cada vez mais realista, e o West Texas Intermediate ontem atingiu o nível mais alto desde 2014. Isso está alimentando um forte sentimento de alta no mercado de petróleo.