(Imagem: Pixabay)

Os preços do petróleo avançaram quase 2% nesta terça-feira, após mais Estados norte-americanos flexibilizarem lockdowns e a União Europeia buscar atrair turistas, apesar do aumento no número de casos de Covid-19 na Índia ter limitado ganhos.

Os contratos futuros ganharam força em negociações pós-fechamento, depois de o Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) estimar que os estoques da commodity nos EUA recuaram mais que o esperado, de acordo com operadores.

Os futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 1,32 dólar, ou 1,95%, a 68,88 dólares o barril.

A referência global continuou em alta após os dados do API serem divulgados.

Os futuros do petróleo dos EUA (WTI) avançaram 1,20 dólar, ou 1,86%, para 65,69 dólares por barril, após salto de 1,4% na segunda-feira. Em negócios pós-fechamento, o contrato atingia 66,21 dólares o barril.

“Os mercados começaram o dia otimistas, impulsionados pelo movimento de voos entre EUA e Europa“, afirmou Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago.

A demanda por diesel, incluindo combustíveis de aviação, sofreu durante a pandemia, pesando sobre o mercado global de petróleo.

“O mercado foca no resultado de programas de vacinação bem sucedidos nos EUA e em outros países desenvolvidos, e não na devastação na Índia e no Brasil.”

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo deve propor alta de tributação sobre bancos para compensar isenção de diesel

Para compensar a isenção de impostos federais sobre diesel, prometida pelo presidente Jair Bolsonaro, o governo deve propor um aumento de tributação sobre bancos.

ANP propõe discutir ‘SEIS POR MEIA DÚZIA’ e venda direta de etanol volta ao limbo

Postado em 5 de Outubro de 2020 Quem está chegando agora à…

Petróleo atinge novas máximas de 13 meses com queda das exportações da Líbia

Os preços do petróleo bruto atingiram novas máximas de 13 meses na terça-feira (9), com o governo dos EUA prevendo um retorno lento aos níveis pré-pandêmicos de produção para a indústria doméstica.

Cade questiona Petrobras sobre defasagem no preço da gasolina

03/12/2019 – O Cade (Conselho Administrativo de defesa Econômica) cobra da Petrobras…