Preços dos combustíveis nos postos recuam na semana, aponta ANP

Bombas de gasolina de posto na zona sul de São Paulo — Foto: Marcelo Brandt/G1

Os preços dos combustíveis nos postos recuaram na semana encerrada em 2 de maio, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (4) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com o levantamento da ANP, o valor médio do litro da gasolina para o consumidor recuou 1,57%, a R$ 3,929. O preço do litro do diesel caiu 1,41% no período, para R$ 3,203.

Já o litro do etanol teve queda de 1,40%, para R$ 2,667 o litro.

Os valores são uma média calculada pela ANP com dados coletados em postos em diversas cidades pelo país. Os preços, portanto, variam de acordo com a região.

Preços nas refinarias

A queda dos preços dos combustíveis nos postos acompanha o movimento de baixa dos preços do petróleo no mercado internacional.

Após queda intensa em meados de abril, o preços dos barris no mercado externo chegaram a fechar a última semana em alta. O contrato do Brent avançou quase 5% na semana encerrada em 1º de maio, enquanto o do WTI anotou ganhos de quase 15% no mesmo período.

O petróleo tem recuado nas últimas semanas, em meio aos receios com o esgotamento da capacidade de armazenamento da commodity nos EUA, com a forte queda da demanda gerada pela crise.

No dia 20 de abril, o preço do barril dos Estados Unidos (WTI) chegou a despencar 306%, a – US$ 37,63 por barril, a primeira cotação negativa da história. No mesmo dia, o barril Brent (cotado no Reino Unido) cedeu 9%, para US$ 25,57. Naquela semana, o Brent chegou a cair 24% e o WTI recuou de cerca de 7%.

Fonte: G1

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.

Petróleo encaminha ganhos acima de 3%, assegurando melhor marca das últimas três semanas

O preço do petróleo opera em queda nos momentos finais do pregão desta sexta-feira (12), com mercados menos preocupados com interrupções de fornecimento no Golfo do México e potencial de maior oferta vindo do Irã.

Os preços do petróleo caem à medida que as preocupações com a demanda persistem

Os preços do petróleo caíram na manhã de sexta-feira, apagando alguns ganhos, já que os traders continuam cautelosos em comprar o petróleo novamente.