Imagem: REUTERS

produção de petróleo do Brasil em julho somou 3,078 milhões de barris por dia, com aumento de 2,2% na comparação com junho e salto de 10,9% ante mesmo mês do ano passado, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em boletim nesta quarta-feira (2).

A produção de gás natural foi de 130 milhões de metros cúbicos por dia, com alta de 1,4% frente ao mês anterior e de 5% ante julho de 2019, segundo a reguladora.

No total, a produção brasileira de petróleo e gás somou 3,898 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed).

O aumento de produção foi registrado mesmo com impactos do coronavírus ainda sendo sentidos na indústria petrolífera.

“Durante o mês de julho, 33 campos tiveram a suas respectivas produções interrompidas temporariamente devido aos efeitos da pandemia da Covid-19, dos quais 16 marítimos e 17 terrestres, e um total de 60 instalações de produção marítimas permaneceram com produção interrompida”, disse a ANP em comunicado.

A produção ocorreu em 6.807 poços, sendo 508 marítimos e 6.299 terrestres.

A produção no pré-sal em julho foi de 2,739 milhões de barris de óleo equivalente por dia, o que corresponde a 70,3% do total nacional. Foram produzidos 2,179 milhões de barris por dia de petróleo e 88,88 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural por meio de 117 poços. Houve aumento de 2,5% em relação ao mês anterior e de 25,4% em relação a julho de 2019.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Bolsonaro diz que não vai aumentar Cide sobre gasolina para salvar setor de cana de açúcar

Pedido foi feito por empresas do segmento para dar competitividade ao etanol

O que Esperar dos Maiores Produtores de Petróleo do Mundo em Relação aos Cortes

Os preços do petróleo, em particular os do West Texas Intermediate (WTI), continuam extremamente…

Preço médio da gasolina nos postos tem leve alta na semana, diz ANP

Valor por litro subiu menos que R$ 0,01, ou ou 0,16%; na mesma semana, Petrobras elevou os preços nas refinarias em 3,5%.

Petrobras pode operar com petróleo a US$15/barril e cortar mais custos

A Petrobras (SA:PETR4) está bem preparada para operar com preços do petróleo tão baixos quanto 15 dólares por barril.