Imagem: Reprodução Adobe Stock

A IEA (Agência Internacional de Energia, na sigla em inglês) cortou sua projeção para a demanda por petróleo em 2020 hoje, citando cautela sobre o ritmo de recuperação da economia após a pandemia de coronavírus.

A agência, com sede em Paris, reduziu a previsão para 2020 em 200 mil bpd (barris por dia), para 91,7 milhões de bpd, na segunda revisão para baixos dos números em dois meses.

“Nós esperamos que a recuperação da demanda desacelere de forma marcante no segundo semestre de 2020, com a maior parte dos ganhos fáceis já tendo sido alcançada”, disse a IEA em relatório mensal.

“A desaceleração econômica levará meses para ser totalmente revertida… além disso, há o potencial de uma segunda onda do vírus (já visível na Europa) que pode reduzir a mobilidade novamente.”

Fonte: Reuters – Retirado do portal UOL

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Preço nos postos: Enquanto gasolina cai, etanol sobe e perde competitividade

Preço médio do biocombustível ainda é economicamente vantajoso para o consumidor em cinco estados

CEO da BR Distribuidora diz que custos com CBios não podem ser ‘acomodados’ pelo setor

Os agentes do setor de combustíveis do Brasil devem buscar um equilíbrio…

Com oferta limitada, Brasil reduz mistura de biodiesel para novembro e dezembro

SÃO PAULO (Reuters) – A diretoria colegiada da reguladora ANP aprovou nesta…

Bento albuquerque anuncia adoção do b12 no início de 2020

Ministro de Minas e Energia anuncia aumento do biodiesel no diesel, para o inicio de 2020. Alterando a atual proporção de 11% para 12%.