Em 2020, o Renovabio teve suas metas iniciais reduzidas pela metade pelo CNPE – Imagem: Divulgação

O programa Renovabio, que estabelece metas de descarbonização na distribuição de combustíveis, atingiu nesta quinta-feira a marca de 15 milhões de créditos de descarbonização (CBios) validados, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Essa quantidade garante a disponibilidade de CBios para o cumprimento total da meta de 14,9 milhões de créditos estabelecida pelo governo para os anos de 2019 e 2020, destacou a ANP, classificando a marca como de “especial relevância”.

Segundo a reguladora, as distribuidoras de combustíveis partes obrigadas a cumprir metas individuais de compras de CBios adquiriram até o momento 8,3 milhões de créditos, o que equivale a cerca de 56% da meta total.

Em 2020, o Renovabio teve suas metas iniciais reduzidas pela metade pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), em função dos impactos da pandemia de Covid-19 sobre o setor de distribuição de combustíveis.

Na semana passada, o Ministério de Minas e Energia reafirmou “apoio integral” ao RenovaBio, após distribuidoras buscarem na Justiça uma nova revisão das obrigações.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Setor de biocombustíveis faz críticas às propostas da Brasilcom para o RenovaBio

Estipular um preço-teto para os créditos de carbono do RenovaBio seria, na…

Petrobras aumenta preços do diesel e gasolina nas refinarias

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) – A Petrobras aumentará o preço da…

Petróleo escorrega para nova mínima em meio a temores de recessão

Investing.com – Os mercados de petróleo continuaram a cair na quarta-feira, com…