Preço da gasolina bate recorde pela quarta semana consecutiva.

Resumo Combustíveis 08/10/2018

08/10/2018 – O preço da gasolina voltou a subir, na última semana, e mais um recorde foi estabelecido. Esta é a quarta semana consecutiva que o combustível alcança uma nova máxima. Segundo relatório divulgado, nesta segunda-feira, 8, pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio do litro da gasolina no país está 4,700 reais, pouco acima do registrado na semana anterior – de 4,652 reais.

Antes dessa sequência de recordes, a máxima histórica alcançada pelo combustível havia sido em junho, como reflexo da greve dos caminhoneiros. À época, o litro chegou a custar 4,614 reais.
Na última semana, a Petrobras não alterou o preço do combustível, como fez na semana anterior. Para os próximos dias, os preços da gasolina nas refinarias vão baixar de 2,2159 reais por litro para 2,1889 reais.

O maior valor para a gasolina foi encontrado na região Norte, onde um posto vende o combustível por 6,290 por litro. A mínima, por outro lado, foi registrada no Sudeste, a 3,899 por litro. Na média, a região que se destaca pelos menores preços é o Sul. A ANP indica que o valor médio na região está em 4,603 reais por litro. No Centro Oeste, por outro lado, a média é de 4,818 reais por litro, e coloca a região como a mais cara do país.

Diesel e Etanol

O diesel e o etanol, por outro lado, continuam abaixo de suas máximas históricas. A média de preço do combustível produzido a partir da cana de açúcar foi de 2,867 reais, pouco acima dos 2,865 da semana anterior. Assim, na média, um litro de etanol custa o equivalente a 61,0% de um litro de gasolina. Em abril, o etanol chegou a valer 3,055 reais por litro.

Estopim da crise dos caminhoneiros, em maio, o diesel está valendo, em média, 3,667 reais por litro – acima do valor registrado na semana anterior, de 3,655 reais por litro. A máxima para o combustível foi registrada em maio, quando chegou a valer, em média, 3,828 reais por litro.

Fonte: Veja

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.

Petróleo encaminha ganhos acima de 3%, assegurando melhor marca das últimas três semanas

O preço do petróleo opera em queda nos momentos finais do pregão desta sexta-feira (12), com mercados menos preocupados com interrupções de fornecimento no Golfo do México e potencial de maior oferta vindo do Irã.

Os preços do petróleo caem à medida que as preocupações com a demanda persistem

Os preços do petróleo caíram na manhã de sexta-feira, apagando alguns ganhos, já que os traders continuam cautelosos em comprar o petróleo novamente.