Resumo Combustíveis 12/11/2018

O preço a gasolina nas bombas caiu nesta semana, apontam dados divulgados nesta sexta-feira (9) pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP). Segundo o levantamento semanal de preços, o valor médio para o consumidor final foi de R$ 4,709 para R$ 4,658 – o que representa um recuo de 1,08%.,

Os valores representam uma média calculada pela ANP a partir da coleta de dados em cerca de 500 localidades. Os preços, portanto, podem variar de acordo com a cidade.

Bomba de gasolina em posto da zona sul de São Paulo — Foto: Marcelo Brandt/G1

Na mesma semana, o valor da gasolina das refinarias também recuou. Com os reajustes da Petrobras, o valore vigentes entre domingo (4) e sábado (10) foi de R$ 1,8466 para R$ 1,6734 – uma queda de 9,38%.

As alterações fazem parte da política de preços da Petrobras, adotada em 2017, que tem como objetivo acompanhar as cotações internacionais. Para definir os preços, a empresa observa fatores como o câmbio e o valor do barri de petróleo no mercado externo.

Nesta semana, o dólar subiu 1% em relação ao real, segundo dados do ValorPro. Já o preço do barril do Brent, referência internacional, caiu e chegou a ficar abaixo de US$ 70 – o que não acontecia desde abril.

O repasse dos reajustes da Petrobras nas refinarias para as bombas final depende dos distribuidores – ou seja, fica a cargo dos postos repassar ou não a baixa do preço da gasolina ao consumidor final.

Em 2018, o valor médio da gasolina nas bombas acumula alta de 13,63%. A variação é maior que a inflação esperada para o ano todo, de 4,4% segundo o relatório Focus, do Banco Central.

A ANP também divulgou o preço médio do diesel na semana, que passou de R$ 3,719 para R$ 3,685, o equivalente a queda de 0,9%. Nas refinarias, o valor permaneceu congelado em R$ 2,1228.

No ano, o preço do diesel nas bombas acumula alta de 10,8%, considerando o valor médio informado pela ANP – ou seja, também superior à inflação esperada para 2018.

O valor do etanol também caiu na semana, com o preço médio por litro passando de R$ 2,975 para R$ 2,951. Isso representa um recuo de 0,8%. Em 2018, o preço do etanol acumula alta de 1,34%.

Já o preço médio do botijão de gás de cozinha subiu 0,38%, de R$ 68,33 para 68,59. No ano, a alta acumulada é de 1,75%.

Fonte: G1 Economia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Países vão elevar oferta de petróleo, em meio à recuperação na demanda

Países da Opep e os aliados, como a Rússia, aceitaram cortar produção em 9,7 milhões de barris por dia desde maio para segurar queda nos preços

Venda direta do etanol não traz benefício ao consumidor, diz presidente da Unica

Após a aprovação das diretrizes do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE)…

Petrobras reduzirá gasolina em 4% e o diesel em 5% nas refinarias no sábado

Recuos vêm após quedas expressivas do petróleo no mercado internacional, devido a uma ampliação de casos do coronavírus