Resumo Combustíveis 22/10/2018

O preço médio da gasolina nos postos no Brasil subiu 0,06% nesta semana, ante a semana anterior, para R$ 4,725 por litro, novo recorde nominal, mostraram dados publicados nesta sexta-feira (19) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O novo avanço ocorre apesar de a Petrobras ter mantido o preço médio da gasolina pura vendida em suas refinarias ao longo da semana, após ter reduzido em 3% na semana anterior. Mais cedo, a Petrobras informou que reduzirá em 2% o preço médio da gasolina nas refinarias a partir de sábado.

O repasse dos reajustes da Petrobras aos consumidores depende de distribuidores, revendedores, impostos, além da mistura obrigatória de etanol anidro na composição da gasolina vendida nos postos.

O etanol hidratado, concorrente da gasolina nas bombas, teve média de R$ 2,943 por litro nesta semana, alta de 1% em relação à semana anterior, segundos os dados da ANP.

O preço médio do diesel, combustível mais consumido do Brasil, ficou estável nos postos nesta semana, na comparação com o período anterior, com média de R$ 3,712 por litro.

No caso do diesel, a Petrobras mantém os preços congelados nas refinarias, devido a adesão ao programa de subvenção ao combustível, do governo federal, lançado em junho.

Fonte: UOL Economia

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras baixou preço da gasolina em 30,1%, mas desconto não chegou a postos

Com a nova redução anunciada nesta quarta-feira, 18, o preço da gasolina…

Petrobras reduz preço de gasolina e diesel pela quarta vez em 2020

Cortes acompanham a queda das cotações internacionais do petróleo