Resumo Semanal 03/Setembro/2021

Confira em nosso resumo semanal as informações e tendências sobre o mercado de combustíveis no Brasil.

DIESEL.: Diesel sobe em setembro….

Iniciamos o mês de setembro com impacto importante no preço do diesel, impacto esse por conta dos novos preços referente ao leilão do biodiesel, a mudança de mistura de 10% para 12% e alteração do PMPF.

Esses fatores geraram um impacto médio a nível Brasil entre R$ 0,07 e 0,08/L.

Nosso modelo de tendência, mostra também que a situação dos combustíveis no país não é das mais confortáveis, existindo espaço para possíveis altas de refinaria. Hoje o diesel nacional está cerca de R$ 0,19/L abaixo do produto comercializado no Golfo.

GASOLINA:  Gasolina segue estável…..

Apesar da estabilidade nas refinarias, gasolina segue pressionada pela paridade.

Hoje a diferença entre a gasolina nacional e a gasolina comercializada no Golfo é de R$ 0,30/L, segundo nosso modelo de tendência.

ETANOL: Etanol fecha semana em leve alta….

Segundo o índice ESALQ, etanol fecha a semana em alta, cotado a R$ 3,2245/L, alta de 1,15% em relação à semana anterior, o que representa uma alta de R$ 0,0367/L.

CBios já subiram quase 45% em setembro na B3

Os preços dos Créditos de Descarbonização (CBios) romperam a estabilidade registrada desde o início do ano, período em que se mantiveram abaixo de R$ 30 por tonelada de carbono, e dispararam em setembro na B3.

Preço dos combustíveis deve continuar elevado em 2022, diz XP

A XP divulgou projeção de alta para os combustíveis, que devem continuar em um patamar alto pelos próximos meses, considerando a alta do preço do petróleo no mercado internacional, câmbio em R$ 5,20 no ano e em R$ 5,10 em 2022 e escassez de etanol, que são utilizados para reajustar preços na Petrobras.

Defasagem dos preços da gasolina diminui, mas do diesel se mantém, aponta Abicom

Os preços da gasolina praticados pela Petrobras no mercado brasileiro hoje têm uma defasagem média de 6% em relação aos preços internacionais, apontou levantamento da Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom).