Resumo Semanal Combustíveis 03/Abr/2020

Raizen aciona clausula de força maior em contratos de etanol…..

BR Distribuidora busca flexibilizar contratos de compra de etanol junto as usinas…..

Petrobras anuncia corte na produção de petróleo por crise do coronavirus….

Segunda a ÚNICA, usinas não aguentam 3 meses com rompimento de contratos…

Preço do petróleo salta, após Trump anunciar que está negociando com Russos e Sauditas…

Petróleo tem maior alta diária já registrada, após Twiter de Trump…

Segundo Petrobrás, demanda por gasolina já caiu entre 50% e 60%….

Etanol fechou mês de março com queda de 35,55% nas usinas…..

DIESEL: Semana fecha sem nenhum movimento de preços nas refinarias do País…

Apesar de nosso modelo de tendência, apontar um prêmio de 16% do produto nacional sobre o produto importado, Petrobrás não realiza qualquer tipo de movimento nos preços dos derivados.

Iremos acompanhar a alta no barril ocorrida nesta quinta-feira, para apontarmos onde o preço do produto nacional irá seguir.

GASOLINA:  Gasolina também segue estável nas refinarias…

Gasolina nacional tem um prêmio de 20% sobre a gasolina importada. Porém Petrobrás não realizar qualquer movimento de preços nas refinarias.

Porém, como o etanol está em queda nas usinas, essa queda pode ser refletir na gasolina, devido a mistura de 27% de etanol anidro em sua composição.

ETANOL: Etanol desaba nas usinas…

Com preço dos derivados de petróleo caindo no mercado nacional e com a baixa demanda de consumo, por conta da crise do COVID-19. Etanol cai diariamente nas usinas do pais, segundo dados oficiais da ESALQ. Somente no mês de março, o biocombustível caiu 35,55% nas usinas, e iniciou o mês de abril com forte queda de aproximadamente 6%.

Consultoria Especializada em Combustíveis
Acesse: www.valencioconsultoria.com.br

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.

Petróleo encaminha ganhos acima de 3%, assegurando melhor marca das últimas três semanas

O preço do petróleo opera em queda nos momentos finais do pregão desta sexta-feira (12), com mercados menos preocupados com interrupções de fornecimento no Golfo do México e potencial de maior oferta vindo do Irã.

Os preços do petróleo caem à medida que as preocupações com a demanda persistem

Os preços do petróleo caíram na manhã de sexta-feira, apagando alguns ganhos, já que os traders continuam cautelosos em comprar o petróleo novamente.