© Reuters. Saudi Aramco eleva preços de petróleo para Ásia e reduz para EUA e Europa

A Saudi Aramco (SE:2222), estatal petrolífera da Arábia Saudita, elevou os preços que cobrará por seu petróleo de clientes da Ásia em maio e, ao mesmo Tempo, reduziu os preços para compradores dos EUA e da Europa, evidenciando a disparidade na forma como o Ocidente e a China têm lidado com a pandemia de covid-19 nas últimas semanas.

A empresa aumentou todos os seus preços para o Extremo Oriente. Já no caso dos EUA, a Aramco reduziu a maioria dos preços em US$ 0,10 por barril e, no da Europa, em US$ 0,20 por barril.

A demanda chinesa por petróleo tem se mantido firme nos últimos meses, enquanto na Europa o aumento no números de casos de covid-19 e o lento avanço das campanhas de vacinação em várias de suas principais economias levaram ao endurecimento de medidas de lockdown no continente.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha, informa Secretaria-Geral

O presidente Jair Bolsonaro editou nesta segunda-feira (1º) decreto no qual zerou as alíquotas de PIS e Cofins que incidem sobre óleo diesel e gás de cozinha. O decreto foi publicado em edição extra do “Diário Oficial da União”.

Ativa investimentos vê espaço para Petrobras subir preço da gasolina em 12% até o fim do mês

A estimativa é que o reajuste nas refinarias tenha impactos nas bombas…

Preços do petróleo sobem com expectativa por estímulos nos EUA e oferta mais apertada

Os preços do petróleo subiram mais de 2% nesta sexta-feira, atingindo os maiores níveis em mais de um ano.