A cotação do etanol hidratado saltou 42% no acumulado do ano na média das usinas paulistas, segundo dados do Cepea (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

Os estoques de etanol mais elevados no centro-sul deverão ser suficientes para atender “plenamente” a demanda até que a moagem de cana da temporada 2021/2022 ganhe força, a partir de abril, avaliou nesta terça-feira o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues.

O comentário foi feito em meio a um atraso na entrada em operação de unidades da principal região produtora do país na nova safra, após uma seca em 2020, e em momento em que os preços dispararam, seguindo valores da gasolina nas refinarias.

A cotação do etanol hidratado saltou 42% no acumulado do ano na média das usinas paulistas, segundo dados do Cepea.

“No final de março do ano passado, 87 unidades produtoras estavam em operação e neste ano apenas 50 empresas devem estar operando. Apesar desse atraso no início da safra 2021/2022, o estoque mais elevado de etanol no início do março é suficiente para atender plenamente as vendas no mês”, afirmou o diretor.

Segundo ele, o estoque de etanol anidro (misturado à gasolina) nas usinas no início de março representava cerca de dois meses de consumo, enquanto era equivalente a 1,25 mês no caso do hidratado.

“Vamos continuar monitorando as vendas e o início de safra das usinas para oferecer informações precisas e confiáveis aos agentes que operam o mercado nesse período de transição de ciclo agrícola”, acrescentou o executivo, em nota.

Em relação ao número de usinas em operação, 15 unidades estavam em funcionamento até o final da segunda quinzena de fevereiro, sendo sete empresas com moagem de cana, três unidades flex (processadoras de milho e cana) e cinco plantas dedicadas exclusivamente à produção de etanol de milho.

Na primeira quinzena de março, 17 empresas devem iniciar a safra 2021/2022, e até o final do mês outras 21 unidades iniciarão suas operações, segundo levantamento conduzido pela Unica e demais associações do centro-sul.

“Para a primeira quinzena de abril, a nossa expectativa é de que outras 124 empresas iniciem a moagem, dando início efetivo à produção da safra 2021/2022”, acrescentou.

As vendas de etanol pelas unidades do centro-sul somaram 2,45 bilhões de litros em fevereiro, sendo 2,28 bilhões no mercado interno, cuja comercialização registou baixa de 0,39% na comparação anual.

Na entressafra, a moagem de cana do centro-sul somou apenas 669 mil toneladas na segunda quinzena de fevereiro, alta de 45,9%, disse a Unica, acrescentando que a safra 2020/21 deve fechar com processamento de 605 milhões de toneladas.

Combustíveis Biocombustível Etanol
As vendas de etanol pelas unidades do centro-sul somaram 2,45 bilhões de litros em fevereiro (Imagem: Reuters/Marcelo Teixeira)

A produção de etanol do centro-sul atingiu 115 milhões litros na segunda quinzena de fevereiro, alta de 5% na comparação anual, enquanto a de açúcar foi residual (19 mil toneladas).

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Opep+ mantém plano de flexibilizar cortes de produção de petróleo, diz Novak

O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, afirmou nesta quarta-feira que a Opep+…

Bolsonaro diz que conversa com Guedes e Bento sobre preço de combustíveis e gás de cozinha

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira ter conversado durante toda a semana com os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, da Economia, Paulo Guedes, e da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, a respeito do preço dos combustíveis e do gás de cozinha.

Estudo aponta que diesel no Brasil é um dos mais caros

O Brasil foi um dos países onde o preço do óleo diesel nos postos mais subiu desde outubro do ano passado, ante outros seis grandes consumidores de combustíveis.

Reservas de petróleo caem 6,7% no Brasil em 2020, aponta ANP

As reservas provadas (1P) de petróleo do Brasil caíram 6,7% em 2020, na comparação com 2019. De acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), foram declarados 11,89 bilhões de barris, no ano passado.