Unica vê impacto de medidas contra Covid em vendas de combustíveis na 2ª quinzena

Apesar de notar que tais ações “devem impactar” o consumo de combustíveis, a Unica ressaltou que esse movimento deve se contrapor a uma “maior participação do etanol hidratado no consumo total” (Imagem: Reuters/Marcelo Teixeira)

As medidas mais rigorosas para conter a disseminação da Covid-19 adotadas em vários Estados deverão pesar no consumo de combustíveis em março, avaliou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta quinta-feira.

Apesar de notar que tais ações “devem impactar” o consumo de combustíveis, a Unica ressaltou que esse movimento deve se contrapor a uma “maior participação do etanol hidratado no consumo total”.

Na primeira quinzena de março, a Unica observou que as vendas de etanol cresceram, diferentemente do esperado.

O diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues avaliou que isso “pode ser em parte justificado pelo diferencial de preço favorável ao biocombustível (ante a gasolina) e por um possível movimento das distribuidoras para a recomposição de estoques operacionais”.

As vendas de etanol anidro (misturado à gasolina) por unidades do centro-sul para o mercado interno somaram 390,26 milhões de litros na primeira quinzena de março, alta de 1,85% na comparação anual, enquanto as vendas de hidratado atingiram 778,59 milhões de litros, alta de 11,13% na comparação anual.

Fonte: Reuters

Tendência de Reajuste Diesel e Gasolina 08/12/21

Os preços dos combustíveis não sofreram reajuste em 08/12 nas refinarias. O preço médio da Gasolina será comercializado a...

Os Futuros do Petróleo subiram durante a sessão dos Estados Unidos

Na Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros do Petróleo em janeiro foram negociados na entrega a US$ 72,02 por barril no momento da escrita, subindo 3,64%.

EUA devem anunciar ajuda de US$ 700 mi para setor de biocombustível

O governo Biden deve anunciar 700 milhões de dólares em auxílios relacionados à pandemia de Covid-19 para a indústria de biocombustíveis dos EUA nesta terça-feira, combinando o anúncio com novos mandatos de biocombustíveis que provavelmente desapontarão a indústria, de acordo com duas fontes com conhecimento do anúncio.