Imagem: Adriano Ishibashi/Framephoto/Estadão Conteúdo

As vendas totais de diesel da Petrobras alcançaram 812 mil barris por dia (bpd) em maio, alta de 17,1% em relação a igual período do ano passado, informou nesta quarta-feira (9) a companhia, que também registrou um novo recorde na comercialização de diesel S-10.

A petroleira destacou em comunicado que, se comparado às vendas de maio de 2019 — sem os impactos de demanda decorrentes da pandemia de Covid-19 — o volume comercializado no mês passado apura crescimento de 12,7%.

Por outro lado, o volume vendido em maio ficou abaixo do registrado em abril, quando a Petrobras reportou comercialização de 824 mil bpd.

Em relação ao diesel S-10, que possui baixo teor de enxofre, a estatal negociou 450 mil bpd em maio, renovando seu recorde pelo terceiro mês consecutivo. A cifra representa um avanço de 3% frente à máxima anterior, de 437 mil bpd, vista em abril.

“A Petrobras continua ampliando a oferta de diesel com baixo teor de enxofre e menor impacto ao meio ambiente”, disse a companhia em nota.

“Além de oferecer ao mercado um derivado de alto valor agregado, o aumento da disponibilidade do produto é uma das iniciativas da companhia para a melhoria da eficiência energética”.

Segundo a Petrobras, a produção do S-10 representa atualmente 50% da fabricação total de diesel da empresa. Essa proporção deve atingir praticamente 100% até 2025, afirmou a petroleira, que espera aumentar a produção do derivado em até 16.500 metros cúbicos por dia.

A meta também é reduzir o teor de enxofre de 500 ppm para 10 ppm, visando atender especificações do mercado local e internacional, além de requisitos ambientais.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

ANP propõe discutir ‘SEIS POR MEIA DÚZIA’ e venda direta de etanol volta ao limbo

Postado em 5 de Outubro de 2020 Quem está chegando agora à…

Refap pode ser vendida por até R$ 1,4 bi

A proposta apresentada pela Ultrapar Participações à Petrobras para a compra da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, ficou entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,4 bilhão, de acordo com fontes do mercado ouvidas pelo Valor.

Cai o volume de biodiesel vendido em leilão da ANP, e ociosidade cresce

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) informou que a etapa regular do 80º Leilão de Biodiesel (L80) da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) foi concluída na sexta-feira e as distribuidoras compraram 1,1 bilhão de litros, com entregas em julho e agosto, para atender à mistura obrigatória de 10% no diesel fóssil vendido nos postos do país.

BR Distribuidora tem queda de 37% no lucro com impacto da pandemia

Distribuidora de combustíveis reportou nesta terça-feira lucro líquido de 188 milhões de reais no segundo trimestre