© Reuters. Refinaria da Petrobras em São José dos Campos (SP)

As vendas totais de diesel da Petrobras (PETR4; PETR3) cresceram 35% em março ante o mesmo mês do ano passado, para média de 791 mil barris de petróleo por dia (bpd), diante de esforços comerciais e operacionais empenhados para mitigar efeitos da pandemia, informou a companhia em comunicado nesta quinta-feira.

O volume foi ainda 17% maior que março de 2019, pontuou a petroleira.

No mês passado, a Petrobras superou ainda o recorde de vendas de Diesel S-10, com baixo teor de enxofre, alcançando a marca de 416 mil bpd. Este valor, segundo a companhia, supera em 2% o recorde anterior de 407 mil bpd, registrado em outubro de 2020.

A petroleira estatal pontuou ainda que seu parque de refino atingiu em março um fator de utilização de 80,2%, apesar de 3 paradas obrigatórias de refinarias, “contribuindo decisivamente para estes resultados”.

“O recorde das vendas do Diesel S-10 e o crescimento das vendas totais de Diesel refletem as ações comerciais e operacionais implementadas pela companhia com o objetivo de mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19 sobre a demanda de combustíveis”, disse a companhia.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras: recuperação do petróleo pode reacender o risco político para a estatal?

Analistas apontam que o cenário da estatal hoje é diferente, mas ruídos políticos ainda afetam a companhia e não deixam de ser um risco

Volks defende uso de etanol como fonte de energia

Nos últimos meses, o presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, reuniu-se com produtores de etanol e visitou usinas. Das conversas com o setor surgiram novos planos para o etanol.

Preços dos combustíveis devem seguir em alta durante todo o ano

Os consumidores precisam preparar o bolso para o choque de preços que vem por aí em 2021. Os combustíveis já tiveram vários reajustes este ano e os valores devem continuar subindo.