Vendas de etanol caíram 25% em novembro, diz Unica

De acordo com a União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica), foram vendidos 988,2 milhões de litros de etanol na primeira metade do mês

As vendas de etanol realizadas pelas usinas do Centro-Sul apresentaram uma retração expressiva na primeira quinzena de novembro, puxadas pelo menor consumo do etanol hidratado no mercado interno, que vem perdendo força com a baixa competitividade e o enfraquecimento das vendas do ciclo Otto.

De acordo com a União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica), foram vendidos 988,2 milhões de litros de etanol na primeira metade do mês, uma queda de 25,6% ante o mesmo período da safra passada.

Deste volume, 538,8 milhões de litros foram de etanol hidratado para o mercado doméstico, o que comparado ao mesmo período da safra passada representou um decréscimo de 32%. Já as vendas de etanol anidro continuaram mais elevadas do que no ano passado e somaram 405,5 milhões de litros na quinzena, alta de 2,8%.

A dinâmica de mercado observada nas últimas quinzenas já era esperada. A perda de competitividade econômica do etanol hidratado tem promovido redução no consumo do renovável e já equacionou o equilíbrio de oferta e demanda. Essa condição, associada ao menor consumo de combustíveis leves, tem promovido quedas sucessivas no valor do hidratado recebido pelos produtores, que tem se reduzido nas últimas três semanas”, afirmou Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica, em nota.

Segundo ele, “a queda de preço do etanol hidratado também tem promovido redução no valor do etanol anidro, pois os contratos de venda do produto vinculam o seu preço aqueles praticados para o hidratado. Essa condição indica que o aditivo pode contribuir para a redução do preço da gasolina e, em termos de volume, temos condição de atender a migração para o consumo de gasolina com os estoques de anidro nos produtores, com a produção a ser realizada até março e com a importação do biocombustível que vem sendo observada”.

Produção de etanol anidro cresce 22,3% no Nordeste, diz NovaBio

Com a safra 2021/22 em andamento, dados compilados pela Associação dos Produtores de Açúcar, Etanol e Bioenergia (NovaBio) sinalizam que a moagem de cana no Norte-Nordeste atingiu 28,67 milhões de toneladas no acumulado até 15 de novembro.

Valor do petróleo cai 2% e Petrobras ganha espaço para cortar preços no Brasil

O preço do barril de petróleo tipo brent atingiu os US$ 67,44 nesta quinta-feira, 2, o que representa uma queda de 2,08% em relação aos valores praticados na data anterior.

Abastecer com GNV rende quase o dobro que gasolina e etanol, aponta Abegás

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) mostra que, atualmente, o Gás Natural Veicular (GNV) tem rendido quase o dobro da gasolina e do etanol.