Em agosto, o volume de etanol hidratado comercializado foi o maior da temporada 2020/21 (que se iniciou oficialmente em abril), conforme levantamento do Cepea. Na comparação com julho, a elevação foi de 20,6%, porém, frente a agosto de 2019, houve queda de 12,7%.

Segundo pesquisadores do Cepea, esse cenário reflete a flexibilização da quarentena em diversas regiões do País, o que elevou o consumo de etanol. Além disso, nas bombas, os preços do biocombustível seguem mais vantajosos do que os da gasolina, também influenciando a demanda pelo produto.

Quanto aos preços, a média do Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado nas semanas cheias de agosto foi de R$ 1,7184/litro, alta de 4,99% na comparação com as semanas cheias de julho. Para o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol anidro, o aumento foi de 5,08%, com média de R$ 1,9509/litro no spot.

*Informações do boletim informativo do Cepea.

Fonte: Agrolink

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Etanol hidratado sobe 2,87%; anidro avança 2,43% e tem o maior valor desde abril de 2011

O valor do etanol hidratado nas usinas paulistas subiu 2,87% esta semana…

Preços do petróleo caem com tensão entre EUA e China e dúvidas sobre demanda

Os preços do petróleo recuaram nesta sexta-feira, diante das crescentes tensões entre Estados Unidos e China.

Petrobras elevará preço médio do diesel nas refinarias em 8%; gasolina será mantida

A Petrobras elevará o preço médio do diesel nas refinarias em 8% a partir de terça-feira (19).